Campos do Jordão muito além da badalação!

Não adianta querer encontrar outro lugar mais bonito para passar as férias. Em julho, não tem para ninguém! Campos do Jordão é o principal destino do país. Independentemente da estação do ano, a mais alta cidade do Brasil também é a mais charmosa. Só que no inverno, a natureza têm sua beleza realçada. O céu explode em azul anil, o verde transborda os olhos, a arquitetura típica e o friozinho característico aumentam a sensação de que ao subir a serra da Mantiqueira somos transportados para as mais belas paisagens da Europa.

Capivari torna-se o principal endereço. É o bairro mais badalado da estância onde todos querem ser vistos. O calçadão que une as avenidas Djalma Forjaz e Macedo Soares torna-se o principal cenário para selfies postadas freneticamente nas redes sociais. Nele também estão dezenas de bares e restaurantes que proporcionam verdadeiras viagens às principais cozinhas do mundo sem precisar de passaporte. É um shopping a céu aberto com lojas de grifes famosas e malharias tradicionais com fábricas próprias que resistiram bravamente à invasão dos produtos importados da China.

Tudo isso faz do centrinho um lugar especial, porém não único. Campos do Jordão é muito mais que apenas Capivari. Basta olhar ao redor. O Sans Souci é a prova disso. Trata-se de um bistrô que hoje se transformou em uma das atrações mais frequentadas da cidade, e que fica a dois quilômetros do centro turístico.

Ponto turístico e cenário romântico

Logo na entrada do Sans Souci, as árvores agasalhadas com cachecóis já chamam a atenção. Do lado de dentro, outra supresa: os pés das cadeiras são todos vestidos com meias de lã. E o som ambiente com clássicos franceses aumenta o clima de aconchego. O lugar conta com uma rádio personalizada que toca também música popular brasileira. Há ainda um piano à disposição de quem quiser exibir seu talento extraindo do teclado a própria trilha sonora. Tudo isso acompanhado por pratos autorais que valorizam os produtos da Mantiqueira. Mas se preferir, você pode apenas tomar um café ou degustar as delícias da confeitaria.

A arquitetura imponente já faz parte da paisagem de Campos do Jordão. Durante o dia, as trepadeiras que tingem de verde as paredes externas realçam ainda mais a beleza da construção. E à noite, milhares de luzes iluminam o prédio. Uma moldura sem igual para fotografias. Certamente é um dos locais onde a visita é indispensável.

Uma viagem ao mundo do campo

Logo após a porteira de entrada, começa uma estradinha de terra típica da zona rural. Durante a descida da ladeira, placas informam as atrações que nos esperam. E na chegada, toda a bicharada faz a recepção. Na Fazendinha Toriba, o galo enche o peito e canta dando as boas-vindas!

Patos, marrecos, galinhas da Angola, codornas, pavão, peru. São mais de 200 aves, muitas delas soltas dividindo espaço com os visitantes. Livres dos viveiros, elas se reproduzem tanto que até não dão conta de chocar todos os ovos. Os “abandonados” vão parar numa chocadeira, onde são aquecidos artificialmente até o nascimento de mais pintinhos.

Além dos animais, a Fazendinha também conta com uma horta orgânica onde são plantados vários tipos de hortaliças, como alface, rúcula, agrião, salsinha, cebolinha, coentro, espinafre e cebola. Tem também cenoura e beterraba, alho poró e frutas vermelhas como amoras, framboesa e morango. Tudo é cultivado sem agrotóxicos, igualzinho na roça. Existe ainda uma estufa onde são produzidas mudas de Petúnia, Gerânio, Brinco de Princesa, Amor Perfeito, Begônia, entre outras espécies de flores.

A fazendinha Toriba fica pertinho do hotel Toriba. Leve a família inteira, principalmente as crianças! Elas vão adorar a interação com os animais.

Um planeta chamado Caras de Malte

A paixão por cerveja não é deste mundo! Oito caras aficionados pela bebida resolveram sair de suas galáxias em busca da mais pura água da montanha. Na serra da Mantiqueira, descobriram que o recurso natural brota límpido e abundante. Então decidiram realizar um intercâmbio interestelar de sabores. Assim surgiu a micro cervejaria Caras de Malte.

É com essa brincadeira bem humorada que os criadores da marca apresentam aos terráqueos suas cervejas artesanais. A Caras de Malte fica no caminho do Horto Florestal. Sob a supervisão de um sommelier, é possível visitar a fábrica e acompanhar de perto todo o processo de produção da cerveja. E olha, basta ver a espuma se formar para despertar o desejo de experimentar.

Sete tipos da bebida são produzidos na micro cervejaria. O processo é natural, sem o uso de aditivos ou conservantes, o que proporciona mais qualidade e sabor. Há ainda um restaurante com uma lareira enorme no salão e um convidativo deck com vários aquecedores. Para as crianças existe um espaço exclusivo com vários brinquedos para entreter os pequenos.

Vila Inglesa: sinônimo de tranquilidade

Quem quer contato direto com a natureza sem abrir mão do conforto e da comodidade precisa conhecer o hotel Vila Inglesa. Mesmo sem se hospedar, é possível desfrutar dos serviços cinco estrelas apreciando uma das mais belas paisagens de Campos do Jordão. O prédio da década de 1950 também é uma atração à parte.

No bar da torre, cervejas artesanais, incluindo a Caras de Malte, podem ser degustadas. Há ainda oito rótulos de cachaças também feitas à mão. Tudo isso ao som de Jazz ou MPB. As apresentações de música ao vivo acontecem sempre aos sábados. Nos dias ensolarados, a dica é fazer seus pedidos nas mesas que ficam dispostas no jardim. O visual é incrível! Uma paisagem diferenciada em um ambiente natural que pode ser visitado diariamente das 10h às 23h.

Essas são apenas algumas das inúmeras opções de passeios que Campos do Jordão pode oferecer. Todos os caminhos levam até a cidade, principalmente no inverno. Prova disso foram as mais de 200 mil pessoas que passaram pela cidade durante o feriadão de Corpus Christi. Mas na estância existem roteiros diversificados que fogem do burburinho de Capivari. Sim, é possível ter tranquilidade durante a alta temporada. Lembre-se que a chamada Suíça Brasileira só detém o melhor clima do mundo graças ao ecossistema que a torna única!

Leia também:

Museu Felícia Leirner: Um verdadeiro jardim de esculturas em Campos do Jordão, a mais de 1700mts de altitude

Meninas Cantoras de Campos do Jordão: um coral a altura da tradição cultural e musical de Campos do Jordão

 

This post will expire on Monday July 29th, 2019 – 5:14pm.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Jornalista. Um incansável contador de histórias!

COMMENTS

Comments are closed.