Risoto combina com qual vinho? Aprenda a harmonizar!

Risoto e vinho formam o casamento perfeito – Conheça um pouco mais sobre este prato tão saboreado e sua harmonização perfeita com o vinho

O risoto pode ser servido como entrada em pequena quantidade, como prato principal ou ainda como acompanhamento de carnes. E sua versatilidade permite que o prato seja harmonizado com diversas bebidas, porém, os vinhos funcionam tão bem, que juntos, foram o casamento perfeito entre comida e bebida. Saiba nos próximos paragrafos qual é o vinho para risoto.

No Brasil, os risotos mais conhecidos são o Risotto alla Milanese (risoto milanês), o Risotto com Funghi (risoto ao funghi), e o Risotto al Quattro Formaggi (risoto aos quatro queijos). Camila Veigas, docente de gastronomia do Senac São José dos Campos, conta que alguns ingredientes são indispensáveis para a receita, entre eles o arroz dos tipos arbório, arbório integral, carnaroli ou vialone nano, caldos aromáticos, cebola, manteiga, vinho e queijo.

Mas afinal! Qual o vinho para risoto?

“Os ingredientes utilizados no risoto é que vão determinar qual o melhor vinho para a harmonização. Os brancos e rosés costumam acompanhar bem a maioria dos risotos. Mas as receitas com carne, linguiça, cordeiro ou carne de caça, aceitam tintos leves, como Pinot Noir ou Merlot”, conta a docente.

Uma harmonização também bastante apreciada é a com espumantes brut, que acompanham bem os risotos, dos mais leves aos mais encorpados, inclusive os que têm frutas como um dos ingredientes. São varias as opções de vinho para risoto!

Algumas harmonizações:
– Chardonnay: risoto de queijos ou de legumes;
– Souvignon Blanc: risoto de limão, de salmão, de queijos azuis ou de frutos do mar;
– Pinot Noir: risoto de carne, linguiça, charque, cordeiro ou cogumelos;
– Merlot: risoto de bacalhau;
– Rosé: combina com a maioria dos risotos.

O risoto também pode ser harmonizado perfeitamente com cervejas, e Camila explica: “como regra geral, é bom saber que a gordura requer sabores mais encorpados. Quanto mais gorduroso for o prato, mais marcante deve ser o sabor da cerveja”.

 

Leia também: Deu vontade? Nós temos a receita do Camarão com Fetuccine de Espinafre do Terraço Gourmet

BrulleQue tal fazer sobremesas criativas e requintadas? Temos receitas para você!

Confira algumas receitas com dica de harmonização

Risoto do Funghi Secchi

Ingredientes
2 xícaras (chá) de arroz arbóreo
½ cebola picada
20g de funghi secchi
1 xícara (chá) de vinho branco seco
6 xícaras (chá) de caldo de carne ou galinha (se for usar cubos, dissolva apenas 2)
4 colheres (sopa) de manteiga
4 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

Modo de preparo
Numa tigela, coloque o funghi e cubra com água morna. Deixe de molho por 30 minutos. Numa panela, coloque o caldo de galinha ou carne e leve ao fogo alto. Quando ferver, abaixe o fogo e reserve. Em outra panela, coloque metade da manteiga e leve ao fogo baixo. Quando derreter, acrescente a cebola e misture por 4 minutos ou até que fique transparente. Junte o arroz e misture por 2 minutos em fogo alto. Adicione o vinho e misture bem até evaporar. Retire o funghi da água e coloque na panela. Refogue por 1 minuto. Mantenha a panela com o caldo em fogo baixo. Na panela com o arroz, acrescente 1/3 do caldo e mexa até secar. Junte mais 1/3 do caldo e mexa sem parar até que seja absorvido. Adicione o restante, aos poucos, verificando a consistência do risoto. Ele deve ficar úmido e com o arroz al dente. Quando atingir o ponto de risoto, desligue o fogo e adicione o restante da manteiga. Misture o parmesão ralado e sirva bem quente.

Harmonização: vinhos de leve e médio corpo, como um syrah.

Risotto alla Milanese

Ingredientes
1 colher (chá) de pistilo de açafrão
1 cebola pequena ralada
40 g de manteiga
400 g de arroz arbório
1 litro de caldo de carne
½ xícara (chá) de vinho branco seco
½ xícara (chá) de queijo parmesão ralado
Sal a gosto

Modo de preparo
Deixe o pistilo de açafrão de molho em uma tigela com água fervente. Em uma frigideira, refogue a cebola na metade da manteiga até murchar. Adicione o arroz, misture e refogue por mais alguns minutos. Junte o vinho para risoto e deixe evaporar o álcool. Vá acrescentando uma concha do caldo fervente, mexendo, até o arroz absorver o caldo. Na metade do tempo, acrescente o açafrão deixado de molho e continue cozinhando até que o arroz fique al dente. Junte a manteiga restante e o parmesão. Verifique o tempero e sirva em seguida, decorando com lascas de parmesão.

Harmonização: vinho branco gewürztraminer ou espumante brut.

Agora você já sabe responder! Qual o vinho para risoto?

 

 

 

 

This post will expire on Wednesday November 15th, 2017 – 10:02pm.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Fundador do Guiacampos.com, apaixonado por Campos do Jordão.

Leave a Comment