Irmão do Prefeito de Santo Antônio do Pinhal é preso furtando pátio da Prefeitura

Santo Antonio do Pinhal - Foto Divulgação
Santo Antonio do Pinhal - Foto Divulgação

No dia 30 de maio de 2024, Wellington Aparecido Jesus Mendonça, de 44 anos, irmão do prefeito Parrão de Santo Antônio do Pinhal, foi preso em flagrante juntamente com um comerciante de 49 anos. A dupla foi capturada pelas câmeras de segurança da Prefeitura de Santo Antônio do Pinhal movimentando dois pneus dentro do pátio da Prefeitura.

De acordo com o relato do Agente de Segurança Integrada da cidade, os suspeitos foram observados através do monitoramento no pátio da Prefeitura. Ao notar a movimentação estranha, o agente se dirigiu ao local e abordou os homens. Durante a abordagem, o comerciante alegou estar realizando um frete dos pneus para a garagem da prefeitura, enquanto o irmão do prefeito permaneceu em silêncio.

A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar ao local, prendeu os suspeitos, conduzindo-os à Delegacia de Polícia de Campos do Jordão.

O encarregado de estradas rurais da prefeitura, superior hierárquico de Wellington, foi ouvido durante o processo e negou qualquer autorização para a retirada dos pneus.

O delegado concluiu que havia indícios suficientes para configurar o flagrante delito, conforme o artigo 302, I do Código de Processo Penal. A ação dos suspeitos foi qualificada como furto, de acordo com o artigo 155, §4º, IV do Código Penal, por subtração de bem móvel alheio com concurso de pessoas.

O delegado determinou a prisão em flagrante dos homens, com a lavratura do auto correspondente e demais medidas legais. Foi expedido exame cautelar para os exames de IML (Instituto Médico Legal) para os indiciados, e o veículo utilizado na ação foi apreendido. Os pneus recuperados serão restituídos ao representante da prefeitura mediante auto de entrega.

O caso foi registrado eletronicamente e será ajuizado perante o Plantão Judiciário, com as devidas comunicações automáticas ao Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública. Os presos ficaram à disposição da Justiça.

As informações são do site Vale 360 News.

 

Mais uma madrugada de frio e geada em Campos do Jordão

Espetáculo “Eranko” leva arte e cultura negra ao Vale Histórico de SP