A cultura e o Brasil perdem Alberto Frederico Beuttenmüller poeta, jornalista, ensaísta e crítico de arte

Faleceu neste domingo o poeta, jornalista, ensaísta e crítico de arte, Alberto Frederico Beuttenmüller.

Membro da Associação Internacional de Críticos de Arte, com quatro livros de arte editados, da Associação Brasileira de Críticos de Arte e da União Brasileira de Escritores, Beuttenmüller morava atualmente em Campos do Jordão, mas trabalhou em diversos órgãos de imprensa como A Gazeta, O Estado de São Paulo, Jornal do Brasil, Fatos e Fotos, além de ter colaborado por 13 anos na revista Visão, como colunista de Artes Visuais.

Alberto foi professor convidado da Universidade de Campinas (Unicamp), onde deu aulas de História da Arte Brasileira e Estética. Diretor do Paço das Artes e MAB ( Museu da Arte Brasileira da FAAP) e foi Curador da Bienal em 1977 e da Latino Americana de 78.

Um apaixonado pela civilização Maia desde que cobriu a Copa do Mundo de Futebol em 1970, no México, pelo Jornal do Brasil, Alberto Beuttenmüller estudou arqueologia e antropologia e lançou, anos depois o livro: A Profecia Maia e A Serpente Emplumada, traduzido em diversos idiomas.

Alberto Frederico Beuttenmüller faleceu aos 81 anos, em consequência de problemas respiratórios e cardíacos. Deixa esposa, três filhos do primeiro casamento e 1 neta, além de dois filhos e cinco outros netos que adotou como seus da esposa Maria Virginia de Oliveira, a Vick, companheira de mais de 30 anos de vida. Seu corpo será velado no Velório Municipal de Campos do Jordão a partir das 10h e o sepultamento ocorrerá no Cemitério Municipal de Campos do Jordão as 16h.

Alberto Frederico Beuttenmüller (26/03/1935 – 28\08\2016)

Foto: Arquivo da família

This post will expire on Wednesday August 31st, 2016 – 11:03pm.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Fundador do Guiacampos.com, apaixonado por Campos do Jordão.