Campos do Jordão inaugura Centro de Turismo Equestre “José Macaco”

Inaugurado no último dia 27 de agosto, o Centro de Turismo Equestre José Macaco. A Cerimônia contou com a participação de cavaleiros, charreteiros, vereadores, secretários municipais e a família do homenageado que compareceu vestindo uma camiseta com a foto do patriarca, tirada no mês passado, pouco antes da sua morte.
11947440_842911175785585_7733964821095204196_nFoi uma cerimônia simples, mas extremamente significativa para os presentes. O primeiro a falar foi o veterinário Paulo Assaf, diretor do Centro de Zoonose. Paulinho, como é conhecido, agradeceu ao prefeito Fred Guidoni pelo espaço, em nome dos cavaleiros. Disse que esta é uma conquista de todos e que o projeto pioneiro ficará na história da cidade.

O pioneirismo da obra foi também destacado pelo arquiteto Luís Fernando da Silva, que voluntariamente elaborou o projeto. Segundo ele, não há nada semelhante no Estado, ou no país. “Precisamos agora cuidar deste patrimônio”, disse.

O prefeito Fred Guidoni aproveitou para oferecer ao arquiteto, que é também o autor do projeto da Pista de Skate, um novo desafio: “Agora que limpamos o pátio, vendendo as sucatas que lá existiam, peço ao Luís que comece a elaborar um projeto de revitalização da Zoonose, onde estão cachorros e cavalos abandonados. Tenho certeza, que vamos conseguir, junto ao governo do Estado, verba para transformar aquele local em um modelo, para outras cidades, como conseguimos fazer aqui”, disse.

Desafio aceito, Luís Henrique já começará a esboçar um projeto para um novo Centro de Zoonose.

Os vereadores Filipe Cintra e Ricardo Castelfranchi aproveitaram a oportunidade para homenagear a família do senhor José Macaco e agradecer e parabenizar o prefeito pela construção.
Um dos momentos marcantes foi quando João de Oliveira, filho do senhor José Macaco, falou sobre o pai, seus últimos momentos e a alegria compartilhada por toda a família, em ter a trajetória do seu pai, reconhecida pelo Poder Público.

Um prefeito alegre, porém emocionado – ele foi vizinho do senhor José Macaco durante anos – lembrou algumas passagens da convivência sempre feliz com a família e disse que esta é uma obra não para a prefeitura ou para os que aqui estão, mas para o povo. “Criamos aqui um marco, mexemos em mais um problema e oferecemos um espaço, onde trabalhadores e animais sejam respeitados”.

Ele pediu aos cavaleiros que ajudem a cuidar do lugar, porque foi pensado para eles. O prefeito agradeceu também ao governador, impossibilitado de participar por compromissos outros, mas que lembrou de enviar o seu abraço e a sua solidariedade à família, que perdeu um ente querido, no momento da homenagem, programada para o mês de julho.

Fred também falou sobre a saúde no município e aproveitou para tranquilizar a todos : “O Pronto Socorro e o Hospital continuam funcionando e nós vamos lutar, na Justiça, para que continue a atender a população, pelo SUS. A nossa questão não é financeira. O que nos motiva é a garantia do atendimento para todos. E vamos conseguir. Se não for lá, será em outro lugar. Mas estamos trabalhando e a população não ficará desassistida. Este é o meu compromisso”.

Sobre o Centro de Turismo Equestre

A edificação é um marco para os trabalhadores e para os turistas, oferece aluguel de cavalos e passeios de charretes, além de assegurar um cuidado especial com os animais. O projeto foi idealizado para oferecer bons tratos aos animais e facilitar e respeitar a vida do profissional que trabalha e ganha o seu sustento com os passeios a cavalo e charretes. No total, são quatro edificações, pátio e redondel. Uma dessas edificações abriga o Centro Veterinário, com espaço para consultório, banho e cuidados. Outro edifício serve de abrigo para os cavalos e conta com 36 baias. Um terceiro prédio é destinado às charretes, com 20 vagas. A estrutura também comporta espaço para atendimento aos turistas e descanso dos cavaleiros, com banheiros, salas, estacionamento e espaço destinado às crianças. Construída com recursos do DADE – Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias, do Governo Estado de São Paulo, toda a obra contará com um sistema próprio de tratamento de esgoto, além de 17 vagas externas de estacionamento.

Para o prefeito Fred Guidoni, a obra é um antigo sonho da cidade. “O local onde hoje estão os cavalos e charretes não é adequado. Há reclamações sobre os cuidados com os cavalos, os profissionais não têm um espaço adequado para exercer a função, nem o turista que faz uso do serviço é beneficiado. O Centro de Turismo Equestre é uma obra que resolve um problema antigo, que parecia não ter solução, mas agora tem”.

11917677_842909752452394_7965586111585550482_n

Os cavaleiros se organizaram em uma Associação, que tem a delegada ambiental Elaine de Marco como presidente. Juntos, Conselho de Defesa dos Animais, Associação dos Cavaleiros, Zoonose e voluntários farão a transição do atual ponto no Capivari para o local e já estão formatando novos passeios.

This post will expire on Friday September 4th, 2015 – 8:15pm.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Fundador do Guiacampos.com, apaixonado por Campos do Jordão.

COMMENTS

Leave a Comment