Campos do Jordão intensifica ações antidengue; Em janeiro larvas foram encontradas em armadilha diz prefeitura.

O Aedes vem se adaptando e modificando a cada ano e os especialistas temem que possam passar sobreviver no alto da Serra da Mantiqueira

Campos do Jordão não tem registros de caso de dengue, diz a Prefeitura que faz questão de ressaltar ainda a inexistência do mosquito Aedes Aegypti no município, apesar de ter sido encontradas larvas em janeiro deste ano numa armadilha, ocasião na qual um bloqueio foi feito e todas as casas, num raio de 500 metros foram vistoriadas. Nessas casas não foi encontrada nenhuma larva e nem o mosquito que transmite dengue, zika e Chikungunya.

Desde a última semana a cidade se integra ao plano de mobilização nacional. O objetivo é visitar as famílias e verificar a existência de locais com água parada. Um mapeamento feito feito pelas agentes comunitárias de saúde que indicam os locais mais propícios.

Prevenção em Campos do Jordão

Combate a Dengue em Campos do Jordão
Combate a Dengue em Campos do Jordão

Em Campos do Jordão, o trabalho de prevenção se faz através de armadilhas que são colocadas em locais específicos e estratégicos, e vistoriados semanalmente. As larvas de mosquitos encontradas (qualquer mosquito) são enviadas para análise na SUCEN – Superintendência de Controle de Endemias. Se no caso, a larva encontrada for do Aedes, a Vigilância Epidemiológica em parceria com as ESFs (Estratégia de Saúde da Família) e Vigilância Sanitária, realizam um bloqueio numa área de 500 metros, visitando casas em busca de criadouros e alertando as pessoas.

A larvas de Aedes raramente são encontradas, mas eventualmente acontece. Em janeiro deste ano, em uma armadilha localizada perto da Rodoviária, foi localizada a larva do mosquito. O bloqueio foi feito e todas as casas, num raio de 500 metros foram vistoriadas. Porém, não foi encontrado nenhuma larva e nem o mosquito nas casas vistoriadas.
As armadilhas são colocadas em locais de parada de veículos (o mosquito pode “pegar carona” em ônibus e carros de turistas) e em borracharias e pontos de reciclagem.  Ao todo são nove locais onde as armadilhas estão instaladas.

Como você pode ajudar! Localizou um possível criadouro ligue grátis 136!

Mesmo a cidade não tendo registrado a presença do mosquito, todo morador pode colaborar mantendo a caixa d´água, barris e tonéis fechados e as calhas limpas e desobstruídas.Também é recomendado não deixar a água de chuva acumular nas lajes e não acumular nos quintais restos de material de construção, ou outros que podem acumular água, como pneus, garrafas, sacos plásticos e latinhas. Os pratinhos de vasos de planta devem conter areia. Lixo também não deve ser jogado em terrenos baldios, mas sempre em lixeiras com tampa e na hora da coleta. O Aedes vem se adaptando e modificando a cada ano e os especialistas temem que possam sobreviver no alto da Serra da Mantiqueira, lugar livre da presença do mosquito até o momento.

Confira o cronograma de ações

19/02- Recanto Feliz (PEROBA / CAMBARÁ)
20/02- Santa Cruz (PICA PAU / VILA MARIA / VILA SUIÇA / VILA NAIR)
26/02- Vila Britânia e Monte Carlo (AC. PUMAS / PAULISTA POPULAR / CACHOEIRINHA)
27/02- Abernéssia (BRITADOR / JD FLORIANO PINHEIRO / JD SUMARE / VILA FERRAZ)
04/03- Vila Suíça (CÉU AZUL / MORRO DAS ANDORRINHAS / VILA PAULISTA)
05/03- Vila Santo Antonio
11/03- Vila Albertina (FRANCISCO XAVIER / FLORESTA NEGRA/CDHU SANTA MARTA/ BRANCA NUVENS)
12/03- Vila Cláudia– CDHU VILA MATILDE / SERRA AZUL I E II

Fotos: Divulgação Prefeitura Municipal

Post2

 

 

This post will expire on Thursday February 25th, 2016 – 11:14pm.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Fundador do Guiacampos.com, apaixonado por Campos do Jordão.