Em Campos do Jordão, o Natal dos Sonhos também é das frutas vermelhas

Campos do Jordão ganhou fama internacional pelo clima e paisagens inigualáveis. Afinal, o meio ambiente é o seu bem maior. Durante as festas de fim de ano esse cenário fica ainda mais encantador com as luzes e cores do Natal dos Sonhos. Mas além da beleza visual, a estância também quer conquistar o turista pelo paladar.

A natureza foi muito generosa com a gastronomia, outro ponto forte de Campos do Jordão. A serra da Mantiqueira reúne as condições ideais para o cultivo da amora, da framboesa e do mirtilo, iguarias que a partir de 6 de dezembro passam a ser protagonistas do Festival Gastronômico das Frutas Vermelhas.

Chefs são desafiados a inovar nas receitas

Impecável no sabor, o reconhecimento da culinária jordanense é consequência natural da constante inovação que os magos da gastronomia regional dão aos seus pratos. Na Temporada Gastronômica das Frutas Vermelhas não é diferente. Os chefs colocam à prova seus conhecimentos e debruçam em experiências até elaborar a receita perfeita. Foi assim no Toribinha Bar & Fondue, um dos participantes do evento.

Já imaginou tomar um sorvete feito de queijo?

As ideias revolucionárias sempre foram marca registrada da gastronomia de Campos do Jordão, mas o chef do Toribinha Bar & Fondue conseguiu se superar. Jeferson da Matta criou para a Temporada Gastronômica das Frutas Vermelhas um sorvete feito de queijo raclete. Inacreditável! Mas é verdade.
As sobras do queijo raclete geralmente são raladas e utilizadas em outros pratos, mas Jeferson resolveu fazer diferente. “Eu estava prepando doces do tipo “beijinho” quando resolvi colocar a raclete junto com a manteiga, o leite condensado e o coco ralado. Eu fui mexendo até dar o ponto certo. Depois bati na máquina com creme de leite. 40 minutos depois o queijo virou sorvete”. A sobremesa é servida com amora que torna o sabor único e irresistível.

Restaurante Pennacchi apresenta prato agridoce na Temporada Gastronômica das Frutas Vermelhas

A inquietação em buscar algo novo é um dos principais diferenciais da gastronomia da Mantiqueira. O desejo de descobrir sabores motivou Jeferson da Matta a elaborar uma receita exclusiva que mistura doce com salgado. Trata-se do Magret de Carnard, tradicional prato da culinária francesa preparado com peito de pato que ganhou molho de frutas vermelhas. O acompanhamento é um purê de inhame e ervilha torta.

Jeferson, que também é chef do restaurante Pennacchi, no hotel Toriba, usou amora, framboesa e morango para atingir o agridoce com perfeição. “Elas dão a acidez exata porque fazem o contraponto com o sabor da proteína do pato”. Muito simpático, o chef quis compartilhar a receita.

Ingredientes

Magret: 200g de Magret de Carnard; 3g de sal e pimenta; 30ml de azeite;
Purê: 100g de inhame; 10g de manteiga; 1g de sal
Molho: 10g de morango; 10g de amora; 10g de framboesa; 20ml de aceto balsâmico; 50ml de vodka

Modo de preparo

Magret – Tempere com sal e pimenta. Em uma frigideira bem quente adicione um fio de azeite. Em seguida grelhe o Magret pelo lado da gordura e depois deixe a carne descansar por três minutos.
Purê – Cozinhe o inhame por 20minutos e escorra toda a água. Depois amasse com um pouco de manteiga e finalize com sal e pimenta preta a gosto.

Ervilha torta – Coloque água para ferver em uma panela. Em seguida acrescente a ervilha, deixe cozinhar por 3 minutos e reserve.

Molho de frutas vermelhas – Coloque a framboesa, a amora e o morango em uma panela com uma colher de sopa de açúcar até virar caramelo e deixe apurar. Depois adicione uma dose de vodka e flambe. Coloque uma colher de café de aceto balsâmico com 50ml de água e deixe reduzir.

Montagem – coloque o purê no canto do prato e puxe até o centro com uma colher. Sobre o purê adicione o Magret com a gordura virada para cima. Monte um leque com a ervilha ao lado do purê, regue com o molho das frutas vermelhas e bom apetite! O prato serve uma pessoa.

Cozinha da Montanha, agora é da Mantiqueira

A temporada Gastronômica das Frutas Vermelhas é promovida anualmente pelo grupo Cozinha da Montanha, que acaba de mudar de nome para Cozinha da Mantiqueira. A nova denominação é reflexo do crescimento da entidade, que rompeu os limites da estância e passou a abranger também os municípios vizinhos de Santo Antônio do Pinhal e São Bento do Sapucaí. “Isso aumenta a valorização dos produtos regionais, o que fortalece o turismo gastronômico na Mantiqueira”, explica Fernando Peretti, presidente do grupo Cozinha da Mantiqueira. Segundo ele, a mudança também vai beneficiar os pequenos produtores que serão reconhecidos pelo seu trabalho.

Então, está feito o convite! De 6 de dezembro a 5 de janeiro, não deixe de prestigiar os chefs dos restaurantes participantes da Temporada Gastronômica das Frutas Vermelhas. Venha para Campos do Jordão durante as festas de final de ano, encante-se com as cores e as luzes do Natal dos Sonhos e sinta o sabor exclusivo da Cozinha da Mantiqueira!

This post will expire on Sunday December 29th, 2019 – 7:12pm.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Jornalista. Um incansável contador de histórias!