Hospital fecha e demite 151 funcionários em Campos do Jordão. Sindicato vai a justiça e culpa prefeitura.

Desde a última terça-feira (1) Campos do Jordão tem um hospital a menos e 151 pessoas desempregadas a mais.

O hospital São Paulo, que há 88 anos prestava serviços a população jordanenses e da região, e que  estava com os serviços suspensos desde o início de fevereiro quando a prefeitura passou todos atendimentos para o Complexo de Saúde, foi devolvido sem condições de utilização, sem medicamentos e sem recursos financeiros segundo informou a Fundação São Paulo Apóstolo, o que levou a entidade a optar pelo encerramento das atividades e demissão dos 151 funcionários na terça-feira (1).

Crise vem desde 2014

A crise no Hospital São Paulo teve início em outubro de 2014, quando a fundação afirmou que o município não estaria repassando toda a verba do serviço prestado. Em janeiro de 2015, os atendimentos chegaram a ser paralisados. Naquela ocasião a prefeitura decretou calamidade na saúde e assumiu a administração do hospital, devolvendo o mesmo a Fundação São Paulo Apóstolo no início de fevereiro, porém segundo a entidade já sem condições de funcionar.

Sindicato irá a justiça culpa prefeitura

Em entrevista ao Repórter Claudio Borges da Radio Nova Campos representantes do sindicato informaram que vão apelar a justiça. Segundo sindicalistas trata-se de demissão em massa e a prefeitura tem grande parcela de culpa.

Sindicalistas temem que funcionários não recebam seus direitos trabalhista e que caso fique na justiça igual ao da Santa Casa de Campos do Jordão, que há anos fechou as portas e até hoje diversos funcionários não receberam seus direitos.

This post will expire on Monday March 7th, 2016 – 2:47pm.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Fundador do Guiacampos.com, apaixonado por Campos do Jordão.

COMMENTS

Comments are closed.