Inverno: Inversão térmica traz riscos para o coração

Provocado pelas mudanças de temperatura, fenômeno afeta a qualidade do ar

Com as bruscas mudanças de temperatura, as grandes cidades e as cidades turísticas que recebem milhares de pessoas, sofrem muito com a inversão térmica.

Caracterizado por uma troca na ordem das camadas de ar quente e frio na atmosfera, o fenômeno, ocorrido principalmente no inverno, compromete bastante a qualidade do ar, ao impedir a dispersão de poluentes através das camadas atmosféricas mais elevadas.

Para o cardiologista do Hcor, Dr. Abrão Cury, isso potencializa não só a ocorrência de doenças respiratórias, mas também de problemas cardiovasculares, já que a poluição do ar é um importante fator de risco para as doenças do coração.

A concentração de poluentes em ambiente com inversões térmicas afeta o organismo ocasionando aumento da coagulação do sangue, tromboses, aumento na propensão a arritmias cardíacas, vasoconstricção aguda das artérias, reações inflamatórias em diferentes partes do corpo, além do desenvolvimento de aterosclerose crônica.

“Isso ocorre porque a poluição do ar afeta de maneira significativa a pressão arterial, principalmente no caso de hipertensos e idosos. Tanto que em períodos de maior concentração de poluentes no ar, como no inverno, o atendimento a pacientes hipertensos triplica”, lembra o cardiologista.

E não fica somente nisso. Além do monóxido de carbono, considerado um dos principais poluentes emitidos pelos automóveis, podemos encontrar ainda outras substâncias como o óxido de nitrogênio e dióxido de enxofre, também emitidos pelos automóveis, motivo pelo qual há, nesta época do ano, o aumento dos casos de hipertensão arterial registrados no país.

“A doença já afeta de 30% a 35% da população brasileira e é um dos principais fatores de risco para a ocorrência de derrames e infartos do miocárdio”, alerta o cardiologista.

Por isso, durante o inverno, cuide do coração seguindo algumas dicas importantes e que fazem toda a diferença. Seu coração agradece!

– Procure evitar locais e horários onde se pode encontrar maior quantidade de poluentes no ar, como os engarrafamentos, por exemplo.

– Evite correr, andar de bicicleta ou caminhar perto de vias congestionadas ou com muito trânsito.

– Sempre que possível, visite locais mais distantes das grandes cidades, onde o ar é menos poluído.

– Feche as janelas para proteger o ambiente da poluição.

– Se for hipertenso, mantenha-se aquecido para manter a pressão arterial em níveis saudáveis.

– Monitore e controle a pressão nessa época do ano. Se possível, consulte um especialista para fazer um check-up.

 

This post will expire on Thursday July 2nd, 2015 – 3:00pm.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Jornalista diplomada, Assessora de Imprensa e mantem o conteúdo sobre moda, saúde e beleza.

Leave a Comment