Ciclovias e duplicações criam novos rumos para a mobilidade em São José dos Campos

São José dos Campos deu o pontapé inicial em um ambicioso projeto de melhoria viária na região sudeste da cidade. Com investimento de R$ 14,4 milhões, a administração municipal anunciou que as obras terão início em breve, com a previsão de conclusão em 14 meses. O destaque fica por conta da duplicação da Avenida Lívio Veneziani, além da criação de uma extensa ciclovia, proporcionando uma transformação radical na mobilidade urbana da área.

Duplicação da Avenida Lívio Veneziani: Mais fluidez e segurança no trajeto

Uma das etapas cruciais do projeto é a duplicação de um trecho estratégico da Avenida Lívio Veneziani, que se estende da rua dos Jaburus até a Avenida Hélio Siqueira Pinto, no Residencial São Francisco. Atualmente, operando como mão dupla com apenas uma faixa de rolamento, a via passará a ter duas faixas em ambos os sentidos, promovendo maior fluidez e segurança para os motoristas.

Avenida Tangará: Renovação total com mão única e novo sistema de fluxo

A Avenida Tangará, que atualmente permite o tráfego nos dois sentidos, passará por uma revitalização completa. Além do recapeamento e nova sinalização, a via será transformada em mão única, com duas faixas, direcionadas para o bairro e Via Cambuí. A implementação de um sistema binário entre as Avenidas Lívio Veneziani e Tangará visa otimizar o fluxo de veículos, prometendo uma circulação mais eficiente.

Ciclovia: Inovação sustentável no coração do projeto

Uma das novidades mais aguardadas é a inclusão de uma ciclovia moderna e integrada em todo o complexo viário. Com aproximadamente 2 quilômetros de extensão, a nova ciclovia abrangerá a continuação da Avenida Lívio Veneziani, conectando-se à Avenida Madre Teresa de Calcutá, integrando-se aos sistemas cicloviários já existentes nas Avenidas dos Astronautas e Via Cambuí. Essa adição não apenas promoverá um meio de transporte sustentável, mas também incentivará um estilo de vida mais saudável para os moradores da região.

O projeto, além de melhorar a infraestrutura viária, visa proporcionar uma experiência mais segura e eficiente para todos que transitam pela área.

 

Saiba quem foi Edemar Cid Ferreira, morto neste sábado aos 80 anos

Azeite da Mantiqueira: Epamig quer impulsionar a produção do produto de alta qualidade