Conheça a importância dos recursos hídricos da serra da Mantiqueira e a necessidade de preservação.

A natureza sempre foi o principal patrimônio de Campos do Jordão. Graças a ela, a cidade conquistou o título de melhor clima do mundo. O reconhecimento aconteceu no Congresso Internacional de Climatologia realizado em Paris, em 1957.

Em meio ao verde exuberante, do nascer ao pôr do sol verdadeiras pinturas se formam no horizonte. Mas este pulmão verde que compõe nossa paisagem não produz apenas oxigênio! Na serra da Mantiqueira, além do ar livre de poluição, a água também é pura e cristalina!

A região é riquíssima em recursos hídricos, com inúmeras nascentes que dão origem a riachos e rios. Não por acaso Mantiqueira, em tupi gurani, significa “montanha que chora”. Os cursos d’água que surgem aqui formam a Bacia Hidrográfica da Serra da Mantiqueira, que é de extrema importância não somente para o abastecimento, mas principalmente para a manutenção das florestas remanescentes da Mata Atlântica.

Para se ter uma ideia da dimensão deste patrimônio, existem ainda as sub-bacias do rio Sapucaí-Mirim, que cruza São Bento do Sapucaí e Santo Antônio do Pinhal, e do rio Sapucaí-Guaçu, em Campos do Jordão. Na altura de Pouso Alegre MG, ambos se encontram formando o grandioso Rio Sapucaí que corta os estados de São Paulo e Minas Gerais até desaguar em Furnas, no município de Paraguaçu MG.

E não para por aí! Sabia que as nascentes mais altas do rio da Prata estão em Campos do Jordão? Elas surgem no bairro Umuarama, onde em 29 de abril de 1959 foi instaurado o “Monumento das 4 Nações: Brasil, Paraguai, Argentina, Uruguai”, países por onde passam suas águas até encontrar com o Oceano Atlântico.

Percebeu a importância dos nossos recursos naturais? E nem citamos aqui as mais de 40 fontes espalhadas pela cidade que matam a sede de jordanenses e turistas. Um patrimônio hídrico invejável que precisa ser preservado. Por isso, o Parque da Lagoinha uniu forças com a Secretaria Municipal de Educação e com a Sabesp para promover uma campanha de conscientização.

Batizada de “Recicla Óleo”, a iniciativa também conta com o apoio da PEACE Ambiental para informar e orientar a população e visitantes sobre os impactos que o óleo de cozinha causa quando despejado irregularmente no ralo da pia. Ao cair na rede de esgoto, provoca danos não apenas no sistema de tratamento, mas também na natureza poluindo nossos cursos dágua!

O vídeo que faz parte da campanha. Nele você vai ter mais informações sobre como os recursos hídricos de Campos do Jordão e da Serra da Mantiqueira são essenciais para a manutenção da natureza que faz da nossa região um paraíso bem pertinho do céu!

Teleférico de Campos do Jordão - Foto: Christian Zichelli / EFCJ

Teleférico de Campos do Jordão para nessa semana e será revitalizado após 51 anos

COVID19: Campos do Jordão inicia dose de reforço para maiores de 18 anos