Despedida sob escolta: Alexandre Nardoni deixa penitenciária para última homenagem à mãe

Condenado pelo crime que chocou o Brasil presta tributo em meio a forte esquema de segurança

Nesta quinta-feira (29), Alexandre Nardoni, cujo nome continua a ecoar como protagonista de um dos casos mais chocantes da história criminal brasileira, deixou a penitenciária de Tremembé, onde cumpre pena em regime semiaberto, para prestar as últimas homenagens à sua mãe, Maria Aparecida Alves Nardoni, falecida aos 67 anos na última quarta-feira.

O traslado foi realizado sob um intenso esquema de segurança, com o detento sendo escoltado por veículos da Polícia Penal. O cortejo chegou ao destino por volta das 14h, com Nardoni conduzido dentro de um camburão.

A tragédia que marcou a família Nardoni ressoa até os dias de hoje. Isabella, a pequena vítima do crime que abalou o país em 2008, repousa no mesmo cemitério onde agora se despedem de sua avó. As circunstâncias da morte da menina, asfixiada e jogada do sexto andar do prédio onde vivia com o pai e a madrasta, Anna Carolina Jatobá, deixaram uma ferida aberta na consciência coletiva brasileira.

Parque de Inovação Tecnológica de São José sedia “2ª Conexão Smart Solutions”

Obras prometem melhorar bairro de Campos do Jordão, mas falta de organização causa reclamações