Espetáculo “Eranko” leva arte e cultura negra ao Vale Histórico de SP

Apresentações gratuitas e acessíveis da Cia. Circo de Ébanos acontecem em Silveiras, Queluz, Areias, Arapeí e Bananal, de 04 a 08 de junho

Entre os dias 04 e 08 de junho, as cidades de Silveiras, Queluz, Areias, Arapeí e Bananal, todas no chamado Vale Histórico, interior de São Paulo, receberão uma série de apresentações gratuitas do espetáculo *“Eranko”*, da Cia. Circo de Ébanos. As apresentações serão realizadas em espaços abertos e estratégicos nas cidades, de forma democrática, para que toda a população tenha acesso.

O espetáculo “Eranko” traz uma narrativa que mescla o circo contemporâneo com elementos afro-brasileiros, apresentando performances inovadoras em aparelhos diferenciados, números aéreos impressionantes e coreografias únicas. A companhia é formada exclusivamente por artistas negros e existe há mais de 14 anos.

“A arte circense é uma forma de expressão única, que nos permite transmitir mensagens poderosas e emocionar o público de maneira singular”, afirma Mariana Campos, produtora executiva do espetáculo. “Em ‘Eranko’, buscamos não apenas entreter, mas também sensibilizar as pessoas para a importância da cultura negra e da diversidade artística”, reforça Campos.

O principal propósito é levar o espetáculo a uma audiência ampla, potencialmente sensível à riqueza da cultura negra, capaz de apreender o significado de uma produção elaborada exclusivamente por artistas negros. “Desejamos que, inspirados por suas histórias e experiências, os espectadores testemunhem de forma tangível a realização e a celebração de sua própria identidade”, destaca Mariana.

A escolha de trazer essa montagem específica para essas cidades foi motivada pelo desejo de enriquecer a cultura local com a expressão artística da herança negra. Essas localidades, comumente denominadas “Cidades Mortas”, testemunharam um passado de grande prosperidade durante os períodos áureos do ouro e do café, no final do século XVIII, que resultou em uma considerável população de escravos dedicados à produção. Após o declínio da indústria cafeeira, essas localidades experimentaram uma decadência econômica, porém ainda abrigam uma comunidade expressiva de descendentes da época.

Após as apresentações, haverá uma roda de conversa em que os artistas terão oportunidade de compartilhar com o público suas formações e trajetórias, destacando a importância da história de cada um.

As apresentações são voltadas para adultos, crianças, famílias e pessoas da melhor idade. Todos os eventos contarão com acessibilidade, incluindo um tradutor de Libras, área para cadeirantes com rampa de acesso, cadeiras para idosos e obesos, orientadores de público e sinalização adequada.

Confira o itinerário completo das apresentações:

 

Silveiras – 04/06 (terça-feira)

Local: Praça de Eventos

Horário: 19h

 

Queluz – 05/06 (quarta-feira)

Local: Praça de Eventos

Horário: 15h

 

Areias – 06/06 (quinta) – 2 apresentações

Local: Praça de Eventos

Horário: 11h e 18h

 

Arapei – 07/06 (sexta-feira)

Local: Praça de Eventos

Horário: 15h

 

Bananal 08/06 (sábado) – 2 apresentações

Local: Praça de Eventos

Horário: 11h e 17h

Sobre o espetáculo Eranko

O espetáculo é técnico e criativo, com uma narrativa que mescla o circo contemporâneo com tempero afrobrasileiro considerando a bagagem e o repertório dos artistas que trazem performances inovadoras em aparelhos diferenciados, incluindo malabares, contorção e com diversas coreografias.

Sobre a Cia. Circo de Ébanos

A companhia existe há mais de 14 anos com um repertório de vários espetáculos e uma trajetória de mais de 150 apresentações. Ébanos é composto totalmente por artistas negros. São Jovens construindo um caminho artístico por meio de referências do circo clássico, contemporâneo e da cultura afro-brasileira. Instagram: @circodeebanos

 

 

Santo Antonio do Pinhal - Foto Divulgação

Irmão do Prefeito de Santo Antônio do Pinhal é preso furtando pátio da Prefeitura

Operação descida acontece neste momento na SP123