Museu Casa da Xilogravura recebe a mostra “Vermelho, mas com todas as cores”.

Uma pérola escondida dentro da ostra.

Estamos nos referindo a VERMELHO, nome artístico de Paulo Cesar Lenço.

Nascido em Campinas (SP) em 1963, hoje radicado em Cuiabá (MT), Paulo Cesar Lenço é detentor de um currículo insólito.

Formou-se Engenheiro Mecânico na UNIMEP de Piracicaba. Concluiu Mestrado e Doutorado, igualmente em Engenharia Mecânica, na Unicamp de Campinas.

Atualmente é professor de Engenharia de Automação no Instituto Federal de Mato Grosso.

Vermelho*, durante toda sua vida, teve apenas UMA ÚNICA AULA de xilogravura. Foi em 2010, na oficina oferecida pelo Xilomóvel, ateliê itinerante dos gravadores Luciana Taniguti Bertarelli, Márcio Elias Santos e Simone Peixoto.

A partir dessa aula veio a paixão pela xilogravura, que se aliou a talento e muito, muito trabalho. Ao longo do tempo, o autodidata Vermelho foi construindo uma identidade, estilo próprio, maturidade artística. Agora, está pronto. E a Casa da Xilogravura se sente honrada em expô-lo.

* O pseudônimo Vermelho foi reminiscência da política dos tempos universitários, perpetuada pela careca sempre vermelha ao sol.

Serviço: A mostra “Vermelho, mas com todas as cores” acontece de 2 de junho até 29 de agosto de 2022. O Museu está aberto das 9 às 12 e das 14 às 17 horas de quinta à segunda-feira. (Fecha às terças e quartas-feiras) e fica na Avenida Eduardo Moreira da Cruz 295, Vila Jaguaribe – Campos do Jordão – Mais informações: (12)3662 1832

This post will expire on Monday August 29th, 2022 – 9:25am.

Programa Recicla Óleo de olho na educação ambiental das crianças de Campos do Jordão

Mostra de Teatro no Vale termina neste fim de semana com participação de Marcelo Médici