Opinião: COMTUR trouxe mais autonomia e desafios ao Turismo de Campos do Jordão 

Inicialmente o Conselho Municipal de Turismo de Campos do Jordão (COMTUR) funcionava de maneira bastante diferente da atual. Na prática, ele era composto por um grupo de menos de dez pessoas, todas indicadas pelo prefeito, até a última composição naquele modelo. Esse grupo atuava mais como consultores do que como um conselho que tem funções consultivas, deliberativas e de assessoramento, como é o COMTUR atualmente.

A mudança significativa veio em 2015, com a lei 3709/15, proposta pelo prefeito à época e aprovada pela Câmara, que transformou o COMTUR em um colegiado mais robusto e efetivo. A nova legislação trouxe mais poder e autonomia para o trade turístico atuar junto às políticas públicas de turismo. Uma das novidades mais importantes foi a inclusão de representantes de associações da sociedade civil, ligadas ao turismo, no conselho. Isso não apenas democratizou o COMTUR, mas também assegurou que as decisões fossem mais representativas dos interesses do setor como um todo.

Outra mudança crucial foi a criação do Fundo Municipal de Turismo (FUMTUR). Vinculado à estrutura orçamentária da Secretaria de Turismo, o FUMTUR tem como objetivo captar e repassar recursos financeiros para a execução do Plano de Turismo do Município, que foi elaborado de forma colaborativa pelo COMTUR, Secretaria de Turismo e Empresa Especializada. Essa estrutura financeira trouxe uma nova dimensão de autonomia para o trade turístico, permitindo que as iniciativas e projetos pudessem ser financiados de maneira mais eficiente e transparente.

A transformação do COMTUR e a criação do FUMTUR trouxeram muitos benefícios, mas também apresentaram novos desafios. A autonomia conquistada implica uma maior responsabilidade por parte do trade turístico, que desses então passou a ter não só a possibilidade, mas a missão de buscar formas de captar recursos e fomentar o Plano de Turismo de Campos do Jordão. Esse processo envolve não apenas a gestão eficiente dos recursos, mas também a necessidade de inovar e buscar parcerias que possam contribuir para o desenvolvimento sustentável do turismo na cidade.

A evolução do COMTUR a partir de 2015 representou um grande passo para o turismo em Campos do Jordão. A nova estrutura não só democratizou a gestão do turismo, envolvendo mais atores e trazendo mais representatividade, como também proporcionou os meios financeiros necessários para implementar um plano de turismo robusto e alinhado com os interesses da comunidade. No entanto, com a autonomia vêm também os desafios de garantir a sustentabilidade e eficácia das políticas públicas de turismo, um esforço contínuo que exige a colaboração e o empenho de todos os envolvidos no setor. É democracia “na veia”!

 

Ricardo M. S. Gonçalves
Fundador do Guiacampos.com e um dos
apaixonados por Campos do Jordão. 

.

Presidente em exercício, Geraldo Alckmin, participa de encerramento do Congresso de Transporte Rodoviário de Cargas em Campos do Jordão

Música & Gastronomia: Festival de Jazz segue aos sábados de junho em Campos do Jordão