Pelo terceiro dia Força Aérea faz buscas pelo helicóptero desaparecido desde domingo (31)

Aeronave partiu do Campo de Marte em São Paulo rumo a Ilhabela com 4 pessoas a bordo

Foi retomada as 7h32 desta quarta-feira (3) as buscas pela pelo helicóptero Robinson 44 desaparecido desde domingo (31) quando rumava de São Paulo para Ilhabela no litoral norte do estado.

Além de as buscas aéreas, realizadas pelo avião SC 105 do Esquadrão Pelicano da FAB, buscas em terra também acontecem e se concentram na região de Paraibuna, com apoio do helicóptero Águia da Polícia Militar, seguindo informações fornecidas por moradores que dizem ter ouvido o barulho e visto o helicóptero pousar na região.

Um passeio “bate e volta”

O Robinson 44 decolou do Aeroporto Campo de Marte, na região norte da capital, às 13h15 de domingo (31) para o que seria um passeio “bate e volta” até Ilhabela. Horas depois, o helicóptero perdeu contato com as torres de comando. A FAB recebeu o alerta do desaparecimento às 22h30 e deu início às buscas na madrugada de segunda-feira.

Além do piloto, estavam a bordo do helicóptero Luciana Rodzewics, de 45 anos, a filha dela, Letícia Ayumi Rodzewics, de 20 anos, e o amigo da família, Rafael Torres. De acordo com os familiares Rafael Torres é amigo do piloto e o passeio aconteceu de um convite dele.

Nas redes sociais, Luciana Rodzewics chegou a compartilhar um vídeo com o momento da decolagem. As imagens mostram o céu de São Paulo nublado. Rafael Torres e o piloto aparecem sentados na parte dianteira do helicóptero e Luciana faz a filmagem da parte de trás.

Leia também: Conheça o avião SC 105 Amazonas usado nas buscas do helicóptero desaparecido

É menina a primeira criança a nascer em São José dos Campos em 2024

Fundahs oferece mais de 1,2 mil vagas para crianças e adolescentes em São José dos Campos