De resíduo a arte: Conheça o projeto vencedor do Prêmio Nacional de Turismo

Enxergando potencial onde outros viam resíduo, um negócio social que não apenas valorizasse a matéria-prima, mas também beneficiasse a comunidade de Campos do Jordão.

A história de Mãostiqueiras começou quando Juliana Müller Bastos descobriu que muitos criadores de ovelhas locais descartavam a lã resultante da tosquia. Enxergando potencial onde outros viam resíduo, ela decidiu criar um negócio social que não apenas valorizasse a matéria-prima, mas também beneficiasse a comunidade de Campos do Jordão.

O processo de transformação da lã é realizado por mulheres da comunidade, orientadas pela professora e designer de artes manuais, Rosélia Benedita de Araújo, a Lika. Essas mulheres não apenas dão vida a lindas peças de decoração, mas também contribuem para benefícios ambientais, sociais e financeiros.

O reconhecimento com o Prêmio Nacional do Turismo, na categoria Economia Criativa e Produção Associada ao Turismo, destaca a importância do projeto Mãostiqueiras. O resgate do valor da lã de ovelha, anteriormente subestimada na região, agora é considerado um bem econômico, social, cultural e ambiental.

Uma viagem encantadora pela história e arte da tecelagem

Juliana Muller, Edgard Bitencourt e Lika Araújo, As mentes por trás do Museu da Lã de Campos do Jordão

Recentemente, as Mãostiqueiras  foram além da produção artesanal e deram um passo significativo para enriquecer a experiência dos visitantes do espaço onde tudo acontece: a criação do Museu da Lã. Um novo espaço que é uma janela fascinante para o universo da tosquia de ovelhas, revelando a história, o processo e as tradições por trás da transformação da lã bruta em verdadeiras obras de arte.

No Museu da Lã, os visitantes podem explorar exposições interativas, descobrir curiosidades sobre as técnicas tradicionais de produção e mergulhar na rica herança cultural associada à fibra. É uma oportunidade única de conectar-se ainda mais com o compromisso sustentável e criativo das Mãostiqueiras, proporcionando uma experiência enriquecedora para todos que desejam explorar os segredos por trás dessas peças únicas e premiadas.

As Mãostiqueiras estão localizadas no Parque da Lagoinha em Campos do Jordão, é mais do que uma loja de produtos artesanais. É um centro educacional dedicado a compartilhar com os visitantes o processo artesanal de transformação da lã bruta em fios utilizados em trabalhos manuais.

Os visitantes têm a oportunidade de interagir com uma encantadora família de ovelhas, alimentá-las (com porções diárias limitadas) e, sob agendamento, participar de demonstrações ao vivo do processo artesanal da lã.

Leve pra casa!

A loja de Mãostiqueiras é um verdadeiro tesouro, exibindo a diversidade de peças produzidas pelas talentosas mulheres envolvidas no projeto. Cada compra não apenas leva para casa uma obra de arte única, mas contribui para a sustentabilidade, geração de emprego e preservação do patrimônio cultural local.

Mãostiqueiras não é apenas um empreendimento social, mas uma inspiração para outras comunidades, mostrando que é possível transformar o que antes era considerado resíduo em preciosidades artísticas que beneficiam a todos. Visitar as Mãostiqueiras não é apenas uma experiência de compra, é uma jornada pelo talento, dedicação e paixão de uma comunidade comprometida com a sustentabilidade e a preservação cultural.

Magia do Natal: Parque da Cerejeira está na rota das grandes atrações temáticas em Campos do Jordão

Campos do Jordão promove atividades para crianças e adolescentes nas férias de janeiro