Justiça determina demolição de restaurante em Campos do Jordão devido a irregularidades ambientais

A justiça determinou na última semana a demolição do  restaurante Beto Perroy Grill, localizado no bairro Descansópolis em Campos do Jordão,  a ordem é resultado de uma ação movida pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP) e a decisão judicial ressalta que o estabelecimento foi construído em Área de Preservação Permanente, próximos ao rio Sapucaí-Guaçu.

Foto: Arquivo pessoal Beto Perroy 

O MPSP alega que a construção resultou no desmatamento de uma área de preservação e na supressão de plantas nativas, conforme laudo de vistoria. O proprietário e a Prefeitura foram condenados a demolir o imóvel e seus resquícios em 90 dias, sob pena de multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento.

A decisão judicial invalida o alvará de regularização, que permitia a operação da churrascaria no local. Além disso, ordena a recuperação ambiental da área afetada.

O proprietário, Beto Perroy, planeja recorrer da decisão, alegando que o local possui uma planta aprovada pelo município há 26 anos, seguindo as leis municipais vigentes na época.

Até o momento, a Prefeitura de Campos do Jordão não emitiu posicionamento sobre o assunto. O caso evidencia conflitos entre preservação ambiental e alegações de conformidade legal na construção do estabelecimento.

👉 Leia também: Restaurante não é o primeiro! Ordens Judiciais de demolição não são novidade em Campos do Jordão. Relembre alguns casos!

Após fortes chuvas, alerta de temporais é retirado em quase todo o estado de São Paulo, mas permanece em algumas regiões!

Restaurante não é o primeiro! Ordens Judiciais de demolição não são novidade em Campos do Jordão. Relembre alguns casos!