São José dos Campos recebe segunda edição do Festival Anima Rede

Começou a contagem regressiva para a realização da segunda edição do festival Anima Rede, de teatro de animação. O evento vai movimentar espaços culturais, parques, praças e até feira livre, na cidade de São José dos Campos e distrito de São Francisco Xavier, entre os dias 2 e 12 de maio, com apresentações teatrais e atividades formativas para o público interessado, de forma gratuita. Ao todo serão 14 apresentações, três oficinas e um seminário.

O Anima Rede foi contemplado com o edital do Fundo Municipal de Cultura e tem o objetivo de apresentar ao público um panorama da produção dessa modalidade artística em São José e Estado de São Paulo. “O projeto nasceu com o propósito de fortalecer o teatro de animação na cidade e posicionar o Vale do Paraíba como um polo de criação e fomento ao teatro e formas animadas”, declara Ricardo Salem, do Grupo Teatro do Imprevisto, produtor executivo da mostra, junto com a Ametista Eventos. “Prepare-se para mergulhar em um universo do teatro de formas animadas, com bonecos de luva, em miniaturas, teatro de sombras, mamulengo, bonecos híbridos e muito mais”, completa.

Inscrições abertas

A primeira modalidade a ser desvendada para o público será a dos bonecos híbridos, com a atriz Daiane Baumgartner, que comandará oficina presencial nos dias 2 e 3/5, das 14h às 18h, no Teatro Marcelo Denny, no São Dimas. As vagas são limitadas e as inscrições já podem ser feitas pela internet (clique aqui). Mais tarde, às 19h, haverá a apresentação do espetáculo “Caminhos de Violeta”, com Baumgartner e João Sobral, seguido do Seminário Teatro de Formas Animadas, com João Darte.

Já no sábado, dia 4, a programação será aberta com o espetáculo “Caminhos de Violeta”, às 10h, no Parque Vicentina Aranha, que contará com recurso de audiodescrição (AD). A partir das 15h, será a vez do Grupo Tropa do Vale apresentar “Qualquer semelhança não é mera coincidência”, às 15h, na comunidade da Vila Nova Esperança (Banhado), na região central, no formato teatro de rua com boneco mamulengo.

Fechando o terceiro dia, no Centro de Estudos Teatrais (CET), no Parque da Cidade, a partir das 21h, os espectadores vão conhecer a intrigante história de Maria, a menina que não queria nascer, no espetáculo “No Quintal do Mundaréu” (classificação 12 anos), com o GTI, bonecos mamulengos e a curiosa mulher-palco.

Domingo, a partir das 15h, tem o grupo Boneco Vivo com o espetáculo infantil “Rapsódias Bananas da Terra” e seus bonecos de vara, novamente na comunidade do Banhado. Às 16h30, a arena do Parque da Cidade receberá “Pequenas Histórias”, de teatro lambe-lambe, com o GTI.

Lambe-lambe e Teatro de Sombras

Na segunda e terça-feira, a atriz e mestra mamulengueira Vivian Rau, do Grupo Boneco Vivo, comandará oficina de teatro lambe-lambe, das 13h às 17h, para alunos da Escola Municipal Maria Antonieta, do Pinheirinho dos Palmares; enquanto o Cine Santana receberá os inscritos para a oficina de teatro de sombras, com Ronaldo Robles, nos mesmos dias e horários. Para fazer a sua inscrição, clique aqui. Para conferir toda a programação e conferir a sinopse dos espetáculos, acompanhe o perfil do evento no Instagram.

Evento de adoção de cães no Parque da Lagoinha: Uma chance de dar um lar para quem precisa

Opinião: Mulheres de Campos do Jordão – Celebrando o passado, empoderando o futuro