Alexandre Nardoni consegue progressão para regime aberto após 16 Anos de Prisão

Após 16 anos de prisão, Alexandre Nardoni, condenado pela morte de sua filha Isabella em 2008, obteve progressão para o regime aberto. A decisão foi publicada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo nesta segunda-feira (06). Nardoni cumpria pena na Penitenciária II, em Tremembé, interior de São Paulo, e agora está apto a concluir o restante de sua pena fora da prisão.

A concessão da progressão para o regime aberto foi embasada em um exame criminológico que atestou a capacidade de Nardoni de cumprir o restante de sua pena fora da prisão. Ele foi condenado a 30 anos de reclusão pelo homicídio de sua filha Isabella, um crime que chocou o país e teve ampla repercussão na mídia.

Conforme as condições estipuladas pela Justiça, Nardoni deve comparecer trimestralmente à Vara de Execuções Criminais ou à Central de Atenção ao Egresso e Família para informar sobre suas atividades. Além disso, ele precisa obter ocupação lícita no prazo de 90 dias, permanecer em sua residência durante o repouso noturno, não mudar de comarca ou residência sem autorização judicial, e evitar frequentar locais incompatíveis com o benefício conquistado.

A progressão para o regime aberto possibilita que Nardoni deixe a penitenciária, mas com obrigações e restrições definidas pela Justiça. O Jornalismo da Band Vale aguarda informações sobre os próximos passos de Nardoni junto à Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

O caso de Alexandre Nardoni envolve a morte de sua filha Isabella em 2008, um crime que gerou comoção nacional. Ele e sua esposa, Anna Carolina Jatobá, foram condenados pela morte da menina, que foi jogada do sexto andar do edifício em que moravam, em São Paulo. Nardoni estava detido na Penitenciária Dr. José Augusto César Salgado, conhecida como P2, em Tremembé, onde estão presos de casos de grande repercussão social.

Visitada por 4 milhões de pessoas, exposição “Curvas na Arquitetura Brasileira” chega ao Shopping Pátio Pinda

Exposição de Silvia Maia é destaque no centro cultural de Taubaté