Desafios Ambientais: Especialistas investigam mortes de baleias em Ubatuba

Duas baleias foram encontradas mortas no final da tarde desta terça-feira (12) em Ubatuba, Litoral Norte do Estado de São Paulo, nas proximidades da Ilha Anchieta, causando preocupação ambiental na região.

O Instituto Argonauta relatou que uma equipe PMP-BS no Trecho 10, da base de Ubatuba, foi acionada para atender à ocorrência, sendo que o resgate ocorreu na manhã desta quarta-feira (13) devido às condições adversas na noite anterior.

Ao chegarem na Ilha Anchieta, a equipe localizou uma baleia em decomposição, próxima à Praia do Sul, com aproximadamente 12 metros de comprimento, indicando ser um indivíduo adulto. A carcaça foi rebocada e ancorada em uma parte inacessível ao público na ilha, permitindo que a decomposição ocorra de forma natural. Foram coletados materiais biológicos, como pele e músculos, para a identificação da espécie.

A bióloga Carla Beatriz Barbosa, coordenadora do PMP-BS no Trecho 10, informou que a segunda baleia relatada no acionamento ainda não foi encontrada.

Segundo o oceanógrafo Hugo Gallo Neto, presidente do Instituto Argonauta, a espécie pode ser uma Baleia-de-Bryde (Balaenoptera brydei), conhecida como baleia tropical. Essa espécie, comum na região sudeste, vive entre a região costeira e oceânica, alimentando-se de peixes e pequenos crustáceos. Embora classificada como de “menor preocupação” pela Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas, a Baleia-de-Bryde enfrenta ameaças devido à interação humana, como pesca, mudanças climáticas e alterações no ambiente marinho. A situação reforça a necessidade de ações para proteção e preservação dessas espécies marinhas.

Mais de 60% das cidades do Vale do Paraíba e não atualizaram legislação para implementação do 5G; Confira a Lista

Condições climáticas: Quinta-feira (14) com sol e aumento da sensação de calor em todo estado de São Paulo